Blog de Email Marketing

Conteúdo

Cuidados com a redação na comunicação por email

Juliana Padron Por Juliana Padron em 13.12.2015

Se existe algo de extrema importância na carreira empreendedora é o cuidado que se deve ter em todos os canais de comunicação. Na maturação de uma imagem, nada pode ser deixado delado. Pequenos detalhes podem consolidá-la ou destruí-la – principalmente no caso das que estão em construção.

Hoje, mais do que nunca, estamos 100% expostos. Nossos comportamentos, opiniões e interações fazem parte do histórico digital, que facilmente é identificado e julgado por milhares de olhos ocultos, a quem não temos o menor acesso nem controle.

Especialistas em neurolinguística dizem que as palavras têm somente 7% de influência na interpretação da comunicação, isso porque conseguem emitir vibrações e nuances no timbre de voz. Imaginem o que acontece com as mensagens escritas, que são mudas e sem sinais faciais: o risco de acontecer uma interpretação equivocada se torna muito grande.

Em uma época em que as pessoas querem cada vez mais resolver tudo por e-mail, tenho visto inúmeros problemas de total falha na interpretação, o que se acentua quando se trata de posicionamento sobre assuntos sérios e cotidianos do trabalho – nesses casos, existe uma linha tênue entre o entendimento e a falta dele.

Ao mesmo tempo, percebi que nos casos de agradecimento, elogios e acontecimentos positivos, a interpretação é praticamente 100% entendida, não restando dúvida sobre um segundo entendimento.

Sendo assim, ao enviar um e-mail, pense muitas vezes nos termos digitados, pois pior do que uma palavra que não retorna após ser pronunciada, é uma escrita e registrada para sempre.

Às vezes, o bom “olho no olho” ou uma ligação telefônica podem ser muito mais eficazes e certeiros do que o risco de uma interpretação duvidosa.

Assine Nossa Newsletter


Por favor informe um endereço de email válido.

Acompanhe Nossas Publicações