Blog de Email Marketing

Mobile

Números do mobile no Brasil e sua representação para o email marketing

Pedro Padron Por Pedro Padron em 15.09.2015

A notícia de que aparelhos com Windows Phone superaram os iOS no Brasil em 2015 nos permite algumas reflexões sobre o impacto dos números de mobile em ações de email marketing, especialmente após a publicação da pesquisa TIC Domicílios 2015, que mostra que 35% da população brasileira já utiliza o celular para enviar e receber emails.

O que isso significa para o email marketing?

Muita coisa. Vamos olhar para os números para entender melhor o mercado mobile do Brasil:

  • 89,5% dos smartphones vendidos no Brasil em 2015 operam com Android.
  • Aparelhos Blackberry desapareceram do mercado, assim como aparelhos Nokia mais antigos, com o sistema operacional Symbian.
  • iOS e Windows Phone disputam fatias bem pequenas, não chegando a 10% quando somados.

Os sistemas iOS representam tudo o que de melhor pode existir em suporte a HTML e CSS nos programas de email. Conceber o design e depois desenvolver o HTML do email marketing otimizado para iOS é muito tranquilo e divertido.

A drástica queda no uso de aparelhos Blackberry e Symbian também é um enorme alento ao coração quando pensamos nos terríveis programas de email que esses sistemas traziam. Havia até uma versão de Blackberry que não suportava absolutamente nada de HTML, mostrando todo o código na área da mensagem, como se fosse texto normal.

A ascensão dos aparelhos com Windows Phone não é preocupante porque há formas de fazer com que seus programas de email entendam corretamente as instruções de media queries, necessárias para modificação do layout quando em outros tamanhos de tela. Atualmente, estamos na versão 8 do Windows Phone, que ainda torna necessário o uso de certos workarounds para fazer o layout responsivo ficar correto, mas vamos observar os próximos lançamentos para identificar atualizações dos programas de email. Só vamos torcer para que a Microsoft não faça um movimento estúpido de retroagir na forma de renderização de emails em seus apps, assim como fez nos Outlooks para desktop, quando passaram a usar o mesmo rendering engine do MS Word.

Agora, o fato da maioria das pessoas serem adeptas de Android representa alguns problemas para o email marketing:

Enorme variedade de tamanhos de tela

Os dispositivos que usam Android são em tal quantidade, com tamanha variação em seus tamanhos de tela que, sobrepondo-os para analisar o que anda circulando no mercado, temos a seguinte representação gráfica:

Fragmentação de dispositivos com Android
Fonte: OpenSignal

Segundo relatório da OpenSignal divulgado em Agosto de 2015, até esse período foram contabilizados 24.093 dispositivos rodando Android, de 1.294 marcas diferentes.

Diferentes apps de email como padrão

Se fossem “apenas” os tamanhos dela, a vida do email designer não seria tão ruim, afinal, um layout fluido e elástico pode resolver boa parte do problema. Porém, cada versão de Android adota determinada aplicação de email como padrão de seus sistemas. O Android 5.0 (Lollipop) que vem no aparelho Nexus 5, por exemplo, traz o Gmail App como aplicação de email padrão. Já as versões anteriores de Android contam com o Google’s Email App como o aplicativo padrão de email.

Para quem trabalha com email marketing, isso representa uma enorme barreira para a correta exibição do layout responsivo. Enquanto a aplicação antiga de email Google’s Email suporta direitinho as media queries, o Gmail App, que vem como default em alguns aparelhos com versões de Android acima da 4.0, não suporta. Existe todo um jeito especial de fazer o design do email marketing otimizado para o Gmail, mas isso não inclui layout fluido e acaba afetando a visualização do email em outros tamanhos de tela e aplicativos.

Nesse problema, em nada ajuda o fato de não haver padrão rígido na composição de apps em dispositivos Android. Como ele é um sistema open source, cada fabricante de celular ou tablet pode personalizar, como quiser, a versão que pretende usar em seus dispositivos. É por isso que, apesar das versões de Android a partir da 4.0 usarem o Gmail App como programa nativo de email, há aparelhos com Android 4.4 que trazem ainda o Google Email’s App.

21% dos dispositivos Android usam a versão Lollipop. KitKat e Jelly Bean dominam com 39,2% e 31,8%, respectivamente.

Esses números são do próprio Google, que os atualiza periodicamente.

Infelizmente, por ora, só nos resta continuar:

  • acompanhando o mercado, para checar as flutuações no uso de cada sistema operacional;
  • estudando os programas de email, para identificar brechas que possibilitem o uso de workarounds nos HTMLs de email marketing;
  • acendendo velas, para que os desenvolvedores dos OS problemáticos encontrem soluções para melhorar seus programas de email. Também ajuda frequentar os fóruns de discussão mais relevantes para expor essas situações e ajudar a pressioná-los por melhorias.

Assine Nossa Newsletter



Por favor informe um endereço de email válido.

Acompanhe Nossas Publicações