Blog de Email Marketing

Mobile

Números de telefone como call-to-action do email marketing

Juliana Padron Por Juliana Padron em 24.06.2014

Saímos de uma época em que apenas links para páginas web eram priorizados no call-to-action do email marketing. Usados especialmente para mensurar os interesses dos destinatários e poupar custos e tempo dos colaboradores da empresa remetente, foram muito explorados os links para páginas de produtos, home pages, chats, formulários de contato ou mesmo para endereços de email.

Os links como call-to-action do email marketing ainda são muito importantes para gerar tráfego para o site, registrar o interesse dos destinatários em determinados assuntos, facilitar o cálculo do ROI da ação e outros motivos ainda muito válidos.

Porém, estamos observando um retorno do número de telefone como destaque no call-to-action do email marketing especialmente por causa do aumento de visualizações de emails em smartphones.

De acordo com estudo da Return Path, no Brasil, 14% dos usuários de email utilizam dispositivos mobile para visualizá-los. Estatísticas mundiais mostram que os smartphones lideram o uso de email, ultrapassando os desktops.

Uma “ligação” não está mais exclusivamente associada a um aparelho de telefone. É possível fazer e receber chamadas de voz pelo Skype, Google Voice, Yahoo, MSN e Messenger do Facebook, quer seja a partir de um smartphone, tablet ou computador.

Temos ainda o fato de que grande parte das empresas de prestação de serviços dependem do telefone para fechar novos negócios, pois nem todos podem contar com um e-commerce. Essas empresas, especialmente, podem se beneficiar do uso de seus números de telefone como call-to-action do email marketing.

Redes sociais como o WhatsApp e o brasileiro Telegram, que permitem a troca de mensagens entre celulares sem o custo do SMS, também têm impulsionado a comunicação mobile, e os remetentes de email marketing ligados nessa tendência têm sabido aproveitá-la com louvor.

WhatsApp

O surgimento de redes sociais como o WhatsApp, adquirida pelo Facebook por 19 bilhões de dólares em 2014, está revolucionando a comunicação mobile. Com essa percepção, algumas empresas já incorporaram o ícone do WhatsApp à sua área de contato ou aos links para redes sociais do template de email marketing.

Números de telefone como call-to-action do email marketing

VoIP

Aplicações de VoIP como o Skype, Google Voice e tantas outras facilitam e reduzem os custos das comunicações por voz entre empresas e clientes. Portanto, se você não tiver um número de celular para disponibilizar o WhatsApp a seus destinatários, pode ter um número de telefone exclusivo do Skype, por exemplo.

Isso pode ser especialmente útil para empresas que precisam ter linhas de telefone específicas para atender determinados tipos de chamada, como internacionais, interurbanas, de suporte técnico, de contato comercial etc. Com as aplicações VoIP, não é mais necessário depender de operadoras de telefonia para se obter diferentes números de telefone.

A própria comunicação do número de telefone pode fazer parte do conteúdo segmentado do email marketing. Se a empresa envia emails para todo o Brasil e dispõe de um número de telefone para cada região, pode criar emails segmentados que exibem, para os destinatários de cada região, o número de telefone correspondente.

Inserindo link para ligação no número de telefone

Muitos de vocês já devem ter percebido que o Gmail e as aplicações iOS transformam em links os números de telefone, independentemente da sua vontade. Isso funciona assim:

Note que, para fazer um número de telefone funcionar, basta colocá-lo como destino do href de um link, substituindo http:// por tel:.

Como vocês já devem imaginar, esse artifício não funciona em nenhuma versão do Outlook – exceto se você utilizar formatação condicional -, mas funciona perfeitamente no Gmail e nas aplicações de email mobile do iPhone, Android, Blackberry e Windows Phone.

Google Voice ativado a partir de call-to-action do email marketing
Números de telefone como call-to-action do email marketing

Também é possível fazer algo semelhante com nomes de usuário e números de telefone do Skype utilizando skype: no href, dessa forma:

Dessa forma, quando o destinatário clicar nesses links, a ideia é abrir o Skype na tela do usuário (primeiro exemplo) ou preparado para fazer a ligação (segundo exemplo).

Formatando a aparência dos números de telefone no Gmail e iOS

Quer você decida habilitar o seu número de telefone como link clicável (ou tocável) ou não no template de email marketing, o Gmail e as aplicações iOS irão formatá-lo, por padrão, naquela cor azul de sempre.

Para formatar a aparência do link de telefone do seu próprio jeito, faça o seguinte:

Gmail

Isso irá habilitar a ligação para seu número com um clique ou toque sobre ele. Se não quiser permitir essa interação, basta colocar href="#" no link e formatar sua aparência como preferir, camuflando a existência de um link.

iOS

Primeiro, entre <head> e </head> do HTML, declare a formatação dos links que estiverem dentro das classes appleLinks e appleLinksWhite, específicas dos devices iOS:

Depois, no corpo do HTML, envolva o número de telefone em uma tag com a classe appleLinks.

O link para o número de telefone será criado automaticamente, mas você pode já deixá-lo ativo no seu template utilizando o mesmo código apresentado anteriormente, com o URI scheme tel: no href:

Nas aplicações iOS, utilize a classe appleLinks para formatar também endereços e datas, que são igualmente convertidos em links para que o destinatário interaja com as aplicações de Mapas e Calendário.

Não esqueça que, como esse recurso de adicionar links aos tipos de conteúdo citados é padrão das aplicações e programas de email, não podemos remover por completo os links, apenas camuflar sua aparência e/ou desabilitar o funcionamento do link, porém, se o destinatário passar o mouse ou tocar nessa área de texto, perceberá que ali existe um link, mesmo que não funcione.

Alternando o call-to-action do email marketing de acordo com o dispositivo do destinatário

Outra coisa interessante a se fazer, aproveitando as técnicas de email marketing responsivo, é exibir um call-to-action diferente dependendo do dispositivo em que o destinatário visualizar o email.

Se ele estiver em um computador ou tablet, o call-to-action pode ser um botão que o leva para uma página web. Já se ele estiver em um smartphone, o call-to-action exibido é um número de telefone para o qual ele pode ligar naquele momento.

Ao fazer isso, será necessário criar também um trecho de código condicional para o Outlook, já que suas versões 2007 a 2016 não suportam o recurso de CSS que oculta elementos no HTML.

Bom mesmo é você utilizar uma ferramenta de envios de email marketing que tenha relatório mostrando os programas de email mais usados pelos destinatários para interagir com suas campanhas, assim, você sabe quais programas são mais relevantes para trabalhar a otimização do call-to-action do email marketing e seus outros elementos.

Felizmente, a cada dia nos aproximamos mais de um tempo em que tudo será possível no email marketing, tanto quanto em landing pages.

As interações entre destinatário e email estão cada vez mais ricas e os remetentes de email marketing devem ficar ligados nessas tendências para diferenciar-se de seus concorrentes. Afinal, em uma época em que todos vivem na correria, praticidade é luxo.

Assine Nossa Newsletter



Por favor informe um endereço de email válido.

Acompanhe Nossas Publicações